Tudo sobre Rock & Roll

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tudo sobre Rock & Roll

Mensagem  J-Tiago em Sex Mar 14, 2008 8:45 pm

Década de 70

No final da década de 60 houve um retorno a um rock mais direto e primitivo, como uma resposta daqueles que não gostavam da psicodelia, sendo que como resultado a psicodelia sumiu, deixando somente o seu "filho": o rock progressivo.

Hard rock: o estilo que marcou esta década combinava perfeitamente a modernidade alcançada com o rock e o clássico, além de estilos como blues e jazz. As bandas conhecidas como a tríade que deram início ao movimento foram: Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple (para cujo estilo foi cunhado o termo heavy metal, para fins de definição), mas nomes como Aerosmith, Kiss, Rainbow, Whitesnake, Grand Funk Railroad, Blue Cheer, Scorpions, AC/DC e Van Halen também acompanharam o estilo. O Hard Rock se tornou tão popular que suas características acabaram se tornando o conceito de Rock para a maioria, o que posteriormente gerou muita confusão ao criar o Heavy Metal.
Glam rock: rock com purpurinas e saltos altos, os nomes mais conhecidos internacionalmente são: New York Dolls, Gary Glitter, T. Rex, Queen, David Bowie, Roxy Music, Slade, Heart etc. No Brasil o grande representante do Glam Rock foi o grupo Secos & Molhados, que surgiu nos anos 70.
Punk rock: o punk rock foi o estilo que surgiu no final dos anos 70, quando o rock estava sofrendo um momento de impopularidade e as apresentações ao vivo não estavam fazendo muito sucesso. Pregava o jeito "Faça Você Mesmo" (Do It Yourself) de fazer música, em direta oposição ao som extremamente esmerado do progressivo. Defendia a rebeldia e de certa forma herdou do rock a crítica social. Como principais nomes podem ser citados: Ramones (um punk de categoria e também considerados percursores do estilo) ,The Troggs, Sex Pistols, The Clash, Television, The Stooges (do Iggy Pop, considerados Pré Punk) entre outros.

Década de 80

New wave: intermediário entre o pop e o punk. Recebeu também influências da disco music e dos ritmos jamaicanos reggae e ska. Seus principais nomes foram: The B-52's, Talking Heads, The Police, Culture Club, Duran Duran, New Order entre outros.
Heavy metal: baseado no hard rock, já existiam músicas e bandas de heavy metal na década anterior, como Judas Priest e Motörhead, mas foi nos anos 80 que o Metal se concretizou como um estilo próprio, criando suas vertentes e abandonando as características do Rock´n´Roll. Nesta época o Metal ganhou força, surgindo a qualidade musical e destreza de seus músicos. As músicas tem velocidade em riffs e solos,.Entre os exemplos citam-se Iron Maiden, Judas Priest, Motörhead, Saxon, Accept,entre vários outros em seus sub-genêros.
Garage rock revival: assim como nos anos 60, o estilo também era garageiro e underground, a única diferenca foi o uso da guitarra "fuzz" em massa, causando um estrago no som, e as letras, que geralmente abordavam filmes de terrores etc e tal. Uma das percussoras do Garage Rock Revival é a banda Fuzztones.
Thrash metal: estilo musical caracterizado por um ritmo acentuadamente mais rápido do que o heavy metal, porém usualmente com uma bateria mais estática, com menos repiques. As letras são usualmente gritadas pelos vocalistas, numa espécie de tentativa de se adequar aos temas violentos por elas retratadas. Entre os exemplos citam-se Metallica (primeiros trabalhos), Megadeth, Slayer, Kreator, Sodom, Anthrax, Pantera e Sepultura.
Power metal: o metal melódico é uma versão com coro do heavy metal tradicional criado em meados dos anos 80 por uma banda alemã chamada Helloween e faz criticas sobre governos atuais ou medievais, fala também sobre coisas medievais como guerras, dragões, cavaleiros e etc. Entre os exemplos citam-se Helloween, Stratovarius, Blind guardian, Rhapsody, Angra e Manowar.

Ramones em concerto.Post-punk: mais intelectualizado e intimista que o punk rock, o pós-punk caracteriza-se pelas letras existencialistas e pessimistas, o ênfase no baixo e na bateria e as influências do art rock, do proto-punk e do krautrock. As principais bandas do post-punk são U2, Joy Division, Public Image Ltd, The Cure, Siouxsie & the Banshees, Echo & the Bunnymen, The Fall, Gang of Four, Jesus and Mary Chain e The Smiths.
Gothic rock: em música, chama-se de gótico, em geral, o rock com predominância de tons menores. Frequentemente trata de passagens tristes e melancólicas em suas letras. Outra característica do gótico é o uso de aparelhos de música eletrônica. Exemplos: Bauhaus, Alien Sex Fiend, Christian Death, Sisters of Mercy e The Birthday Party. Há muita confusão por parte dos ouvintes de Gothic Metal, que tem pouca relação com o Gothic Rock.
Rock alternativo: rock Alternativo ou indie rock é o movimento que procura sonoridades diferentes dentro do Rock, fugindo do Hard Rock. Usam de um apelo diferente, trazendo influências de outros estilos e experimentando coisas novas, como o Sonic Youth e Pixies. O termo Indie vem de Independent, ou seja, eram bandas undergrounds que não tinham apoio das grandes gravadoras. O Rock Alternativo é usado para enquadrar tudo que não se enquadra nos outros nomes.
Hardcore: Dead Kennedys, Discharge e Exploited são apenas alguns dos nomes mais conhecidos desta variante do punk, muito mais barulhenta e politicamente orientada (por isso denominada por alguns de "anarco-punk"). Bandas como Bad Religion, Descendents e Hüsker Dü ( as duas ultimas faziam um Hardcore/Punk Rock mais limpo com letras voltadas ao cotidiano), deram origem ao Hardcore Melódico, que fez escola nos anos 90.
Rock brasileiro: artistas e bandas como Cazuza e Renato Russo que explodiram no Brasil com seu Rock e suas idéias. Alguns destes expoentes foram: Ultraje a Rigor, Lobão, Ira!, Legião Urbana, Os Paralamas do Sucesso Titãs, RPM, Fausto Fawcett e Os Robôs Efêmeros, Engenheiros do Hawaii, Camisa de Vênus, Plebe Rude, 365, Capital Inicial, Barão Vermelho, Blitz, Lulu Santos, Catedral, Kid Abelha e Nenhum de Nós.

Década de 90

Grunge: não foi um estilo de música, mas sim um nome para o movimento que trazia diversas bandas sem um estilo definido. A principal banda desse estilo era, o Nirvana, tinha um som voltado para o punk. Bandas como Soundgarden e Alice in Chains tinham um estilo mais inspirado no metal e no hard hock, Pearl Jam puxava mais para o lado do hard rock, rock clássico e rock alternativo. Outras bandas como Stone Temple Pilots, Bush e Silverchair chegaram no mainstream depois da consolidação do movimento Grunge. Muitas dessas bandas atingiram o 1º lugar nas paradas no mundo todo e até hoje vê-se influências desse movimento em bandas como Everclear e Seether.
Britpop: algumas bandas inglesas, que por possuírem uma estética similar, embora sem representar um movimento unitário, costumam ser denominadas britpop. Entram nesta denominação grupos pop como Blur e Oasis assim como grupos menos comerciais como Pulp, Suede, The Stone Roses e Supergrass.
Riot grrrl: a grosso modo, uma versão feminina do grunge, porém com letras que deixam transparecer o ativismo pela causa feminista. As suas representantes incluem L7, The Donnas, Bikini Kill, Babes in Toyland, Hole e Bratmobile.
Neo-Psicodelismo: as ideais de paz e amor são retomadas, mas sem a ingenuidade dos anos 60. Exemplo de bandas: U2 (oriundo do movimento pós-punk do início da década de 80), R.E.M., Smashing Pumpkins, Cake, entre outros.
Funk metal: inspirado no balanço “funky” misturado a outras vertentes como o "Heavy Metal", o funk metal tomou forma nos anos 90, principalmente por causa de bandas como: Red Hot Chili Peppers, Faith No More, Rage Against the Machine, Beastie Boys, Suicidal Tendencies, Jane's Addiction, Living Colour e Primus.
Metal progressivo: aliando o peso do heavy metal à psicodelia do rock progressivo, algumas bandas deste estilo fazem dos seus membros referências para os entusiastas do heavy metal e, em alguns casos, do rock de uma forma geral. O exemplo mais proeminente é o Dream Theater, cujos integrantes são cultuados por seu talento (como o guitarrista John Petrucci, o tecladista Jordan Rudess e o baterista Mike Portnoy). Outros exemplos de bandas neste estilo incluem, Shadow Gallery, Evergrey, Symphony X, Queensryche e Vanden Plas.
Metal alternativo: é uma forma eclética de Heavy Metal. Algumas bandas surgidas, com esse estilo, são: Avenged Sevenfold, Evanescence, System of a Down.
Indie-Rock: bandas de garagem que participam do circuito "independente", fora do mainstream, como: Radiohead, Pixies, Dinosaur Jr., The Strokes,The Libertines, White Stripes, Coldplay, Travis e Belle & Sebastian, além de algumas bandas britpop.
Post rock: estilo de rock oriundo do início dos anos 90, quando algumas bandas iniciaram uma ousada proposta de unir elementos do rock alternativo com o rock progressivo. Slint foi considerada a banda precursora do estilo, seguido também por Coheed and Cambria.
Nu metal: também conhecido como nu-metal, é caracterizado por bandas que misturam outros estilos musicais nas suas composições, notadamente rap ou música eletrônica. Por causa disso, é ignorado pelos entusiastas puristas de heavy metal. Suas letras falam de temas depressivos de uma forma "alegre", não é regra. Bandas deste estilo incluem Slipknot, Korn, Static-x, Limp Bizkit, P.O.D., Otep, Linkin Park e Deftones. Alguns atribuem a origem do estilo ao Faith No More, enquanto outros remetem à sonoridade adoptada pelo Pantera a partir do seu quinto disco, Cowboys From Hell (91).
Death metal: tendo suas origens na metade da década de 80 com bandas como Mantas e Celtic Frost ficou conhecido como estilo musical dentro do Heavy Metal no final dos anos 80 e começo dos anos 90. O Death Metal é um estilo musical extremo que aborda desde satanismo, guerras e até assassinatos,suicídios e carnificinas.O death metal tem muitas outras vertentes dentro de si,como Thrash Death Metal, Tech Death Metal, Splater Death Metal, Death Metal Melódico, Brutal Death Metal, etc. O som é caracterizado por riffs pesados e distorcidos e por vocais guturais.Bandas desse estilo: Morbid Angel, Cannibal Corpse, Death, Obituary, Deicide, Cryptopsy, Nile, Benediction, Krisiun, Dismember, Entombed, In Flames, Soilwork, Children of Bodom.
Black metal: é a vertente mais extrema e obscura dentro do Heavy Metal, surgiu no começo dos anos 80 com bandas como Venom e Mercyful Fate mas que tinha uma sonoridade bem mais parecida com o heavy metal tradicional e nada parecido com o black metal de hoje em dia.O som é caracterizado por letras satanicas,por vocais rasgados e riffs de guitarra rápidos e pesados.As bandas mais conhecidas são: Marduk, Emperor, Gorgoroth, Dimmu Borgir, Cradle of Filth, Immortal, Dark Funeral, Darkthrone.
Metal industrial: faz uso de industrial (uma vertente da música eletrônica) em conjunção com o rock, mas ao contrário do new metal, praticamente não há elementos sonoros de rap. As músicas deste gênero também são consideradas experimentais, por adicionar sonoridades e distorções fora do convencional. Exemplos incluem Marilyn Manson, Nine Inch Nails, Rammstein, Fear Factory, Deathstars, Ministry, e Rob Zombie.

The Cure em concerto.Metalcore: vertente do Heavy metal que começou a surgir no final da década de 90 e hoje é o estilo mais popular entre os jovens da actualidade.Algumas bandas dessa vertente As I Lay Dying, All That Remains, Caliban, Killswitch Engage.
Visual kei: movimento originado no Japão que combina diversos estilos como gótico, punk, metal, ska, pop rock, etc, de uma maneira muito peculiar, apresentado usualmente sob uma imagem carregada e andrógena dos músicos. Alguns representantes são X Japan, Luna Sea, Glay, Buck-Tick, L'Arc~en~Ciel e Malice Mizer.
Pop punk: uma mistura de Blink-182, Millencolin, Green Day, Yellowcard e o Ska de Less Than Jake, o Pop Punk começou com um cenário independente muito forte, com diferentes estratégias de divulgação

Anos 2000

Jesse Hughes (The Devil), líder do Eagles of Death Metal, promessa do novo rock.Com o pop dominando as paradas, o rock parecia ter perdido a força. No entanto uma nova vertente do estilo, mais consciente sobre a relação do rock e a diversidade da música surgiu, demonstrando toda a vitalidade do ideal do "rock'n'roll" que insiste em não morrer. Grupos com influências diversas se dividiram entre aqueles que eram excessivamente influenciados por outros estilos de música e aqueles que preferiam manter a crueza dos fundamentos. Tendo em comum, porém a aceitação da heterogeneidade e a exaltação da história trilhada pelo rock até então, motivo pelo qual muitas das bandas surgidas nessa época serem acusadas de apenas "requentar" fórmulas já expostas por outras bandas.

Uma das bandas que comumente é associada a esse período é The Strokes. Porém o título de "salvadora do rock" é impreciso uma vez que a banda não se impôs como um novo paradigma. No entanto, trouxe a tona o hábito, por parte da mídia e do marketing, de eleger aquele que deveria segurar as rédeas do meio cultural do rock, o que eventualmente acaba não acontecendo.

Mas não foram só os Strokes que viraram queridinhos da mídia: The Vines, Yeah Yeah Yeahs, Interpol, Libertines e White Stripes também foram chamados de "the next big thing", tendo, no entanto, apenas uma importância módica na cultura pop.

No outro lado da questão, algumas bandas surgiram e/ou se estabeleceram distante de círculos hypados dos jornais de Londres e das pistas de dança modernas. Algumas delas são: Queens of the Stone Age e The Mars Volta.

Indie rock: O indie rock dessa década (que se afastou completamente da proposta original de rotular bandas auto-produzidas) perdeu toda a ideia dos anos 90 e ficou mais conhecido por serem bandas de rock alternativo se aproximando do pop, os diversos subgeneros criados com esse estilo são marcadas pelo revivalismo do pós-punk do anos 80 só que feito de um jeito mais contemporâneo. Típicas bandas influenciadoras: Gang of Four, Blondie, Joy Division, The Cure. Alguns exemplos desse estilo: Franz Ferdinand, Bloc Party, Kaiser Chiefs, 'The Coral, Raconteurs, She Wants Revenge, Arctic Monkeys etc. O Indie Rock dos anos 2000, acabou levando a muitos outros estilos, alguns até hoje não rotulados. A situação caminhou a tal ponto que é quase impossível saber o que é e o que não é Indie Rock.
Garage rock revival: Altamente confundido com o Indie Rock. O Garage Rock Revival é um rock minimalista: poucos acordes, guitarristas distorcidas, sem "firulas". Seria dizer que é seria uma especie de rock de garagem só que mais moderno e mais bem elaborado. Diferente do conhecido Garage Rock, o Garage Rock Revival dos anos 2000 não segue as regras do anteriores, dos anos 60 e 80, ele só é chamado de "Garage Rock" por ser um rock cru.
Dance-punk (ou disco-punk): Pode ser considerado um tipo de Indie Rock, pois também tem clara influencia do Pós-Punk. A mistura de ritmos e batidas dançantes com o punk e a New Rave, movimento que começou em Londres e tem como percussores as bandas: Radio 4, LCD Soundsystem, Klaxons, Shitdisco, The Rapture e tem como maior característica a mistura do punk rock, pós-punk e samples de Música Eletrônica atuais. Em 2006 fora criado a New Rave, um movimento de Dance-punk europeu

Uma grande guitarra para todos os geek
avatar
J-Tiago
Admin

Mensagens : 11
Data de inscrição : 14/03/2008
Idade : 23
Localização : Penafiel

Ver perfil do usuário http://e-f-123.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum